NEWS

Informações falsas sobre vacinas circulam na internet e afetam a saúde do brasileiro

Segundo um estudo inédito, 70% dos entrevistados disseram que acreditaram em pelo menos uma notícia falsa sobre vacina. Qual o alcance de uma mentira? Com que velocidade ela se espalha? Que efeitos pode ter? Quem foi pesquisar sobre isso ficou preocupado. Não é exagero nenhum a gente falar que existe uma epidemia de desinformação no Brasil sobre vacinas. E essa epidemia está afetando as taxas de vacinação brasileiras.

A Avaaz, uma ONG de mobilização social, e a Sociedade Brasileira de Imunizações encomendaram ao Ibope uma pesquisa que trouxe os seguintes números: de cada dez pessoas entrevistadas, sete disseram que acreditaram em pelo menos uma notícia falsa sobre vacina.

Segundo o estudo, 57% dos que não se vacinaram citaram um motivo relacionado à desinformação, e 48% dos entrevistados falaram que têm redes sociais e aplicativos como uma das principais fontes de informação sobre vacina. Assista à matéria veiculada no programa “Fantástico” e veja como esta epidemia de desinformação está afetando a saúde dos brasileiros.

Fonte: g1.globo.com

 

Como podemos ajudar você? Contate-nos agora mesmo!