Vendas Biotecno
Site espanhol Site inglês
12 de Abril de 2022 | Tempo de leitura: 8 minutos

Conserve para Vacinar: tudo começa com a temperatura adequada

Quando o assunto é vacinação, uma questão essencial é a importância do armazenamento dos imunizantes. Conserve para Vacinar, afinal, engana-se quem acredita que basta aplicar uma vacina para que ela produza o efeito desejado.

A principal questão a ser observada são as condições em que as doses são armazenadas e conservadas para que os imunizantes tenham sua eficácia garantida, como por exemplo, a temperatura adequada durante todo esse processo.

Por serem produtos muito sensíveis, o cuidado é extremo, do contrário não resolverão os problemas de saúde, podendo ainda gerar riscos para a pessoa vacinada.

Frequentemente os noticiários informam sobre grandes lotes de vacinas que foram perdidos. Você já se perguntou se tem utilizado os equipamentos adequados para evitar esse tipo de problema?

No texto de hoje vamos falar sobre boas práticas de vacinação e como incluí-las no dia a dia da sua empresa.

Acompanhe todos os nossos conteúdos!

O que são as boas práticas de vacinação?

A expressão boas práticas de vacinação diz respeito ao conjunto de diretrizes que precisam ser adotadas para garantir a eficácia da vacinação. O objetivo é a obtenção dos melhores resultados com a imunização, além do menor risco de danos contra a saúde.

Estes procedimentos incluem o recebimento das vacinas na clínica até a aplicação delas nos pacientes. Os cuidados com o armazenamento, a preparação para a administração das doses e o equipamento utilizado para a administração são pontos extremamente importantes no processo de conservação das vacinas.

Ao optar por equipamentos de armazenamento de imunizantes, a principal atenção está no uso de câmaras científicas de conservação, e não geladeiras comuns. Para a devida eficácia das doses das vacinas são necessárias certas condições:

  • Tipo do equipamento: precisa ser adequado para a categoria de produto a ser armazenado;
  • Condições: é importante verificar a vida útil da câmara;
  • Fonte de energia: em caso de queda de energia, a câmara precisa ter um sistema de emergência que mantenha as doses em conservação por pelo menos algumas horas;
  • Temperatura: para o armazenamento de vacinas a temperatura precisa respeitar a variação de 2ºC a 8ºC.

Fazendo parte das boas práticas de vacinação, também está a organização correta do plano vacinal e o preparo das doses, assim como a própria aplicação, o local e a conservação dos frascos abertos que não foram usados completamente.

 

Utilize a tecnologia para melhorar as condições de armazenamento

Vacinas são produtos biológicos, ou seja, extremamente sensíveis à temperatura. Por esse motivo, as doses precisam ser armazenadas em uma determinada faixa de temperatura durante toda a sua vida útil.

É o que chamamos de “cadeia de frio”, que vai desde sua fabricação no laboratório até a administração das doses nas salas de vacina ou à domicílio. O Ministério da Saúde orienta o Manual da Rede de Frio, apresentando normas que comtemplam as recomendações em todos os níveis desse setor. Todos os produtos destinados à saúde precisam seguir as normativas para obter o certificado da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). 

O registro se dá somente em equipamentos que forneçam homogeneização de temperatura, circulação de ar forçado, alarmes, controle de temperatura por software e dados criptografados, e sistema de emergência para falta de energia elétrica.

Embora se tenha essas exigências, ainda há estabelecimentos usando geladeiras domésticas para armazenamento de vacinas. Contudo, esses equipamentos não garantem as especificações técnicas necessárias para manter a eficácia dos produtos biológicos.

 

Entenda como fazer o armazenamento correto de vacinas

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de que todas as vacinas sejam armazenadas em temperaturas entre +2ºC e +8ºC em todos os segmentos da cadeia de frio. A ANVISA é a agência que regula as especificações dos equipamentos que permite a eficácia dos imunobiológicos, e por isso recomenda câmaras científicas e não geladeiras comuns.

As geladeiras domésticas eram muito comuns antes do desenvolvimento das câmaras de conservação. A partir de muitos estudos, foram sendo feitas adaptações para que os riscos fossem minimizados na quebra da cadeia de frio.

 

Mas e na prática, quais os benefícios das câmaras científicas?

Existem várias recomendações da ANVISA para a conservação, e os fabricantes de equipamentos para armazenamento de biológicos precisam atender a esses requisitos. São produtos de alta tecnologia, pensados para garantir a qualidade das vacinas. Ou seja, com as câmaras científicas, a conservação das vacinas se torna muito mais segura. Confira seus benefícios:

  • Manter a temperatura interna sempre homogênea em todo interior da câmara;
  • Possuir espaço útil maior, pois entre as vacinas não há necessidade de grandes espaços;
  • Controle da temperatura de forma digital, através de um termostato, em que é possível programar a temperatura correta para cada tipo de material biológico;
  • Registro em tempo integral da temperatura e a emissão de relatório, podendo fazer download diário, semanal ou mensal;
  • Função de discador. É um instrumento de segurança, cuja função é ligar para os telefones programados de assistência, caso seja detectada a temperatura fora da faixa recomendada;
  • Monitoramento remoto com ele é possível verificar a temperatura do equipamento pelo celular de qualquer lugar.

 

Câmaras científicas Biotecno. Por que são a melhor escolha em conservação?

Há mais de 20 anos a Biotecno investe na confiabilidade para a maior segurança em conservação de vacinas, termolábeis, oncológicos, sangue e seus componentes.

Além de registro no Ministério da Saúde/ANVISA, a presença internacional da marca é reforçada com a certificação pela FDA norte-americana, uma das agências reguladoras mais rigorosas do mundo.

Somente uma empresa consolidada no mercado da saúde pode garantir o suporte por toda a vida útil de um equipamento, e esse é um diferencial da Biotecno.

Ao fazer as manutenções com a nossa equipe de assistência, você tem a segurança de que todos os componentes sejam originais, de primeira linha, o que permite a rastreabilidade se um deles apresentar problema.

 

Conserve para Vacinar

A campanha de vacinação da gripe já começou. Prepare sua clínica com a segurança na preservação da vida.

Adquira câmaras de conservação Biotecno durante todo o mês de abril e ganhe a primeira manutenção preventiva gratuita.

Sua clínica merece a melhor segurança e eficácia na vacinação da gripe.

 

Entre em contato com nossa equipe pelo WhatsApp e tire suas dúvidas.

 

(55) 3511-4733

(55) 98402-5185

 

 

 

 

Compartilhe:
Como podemos ajudar você? Contate-nos agora mesmo!
Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site, consideramos que você está de acordo com nossa Política de Privacidade e Cookies.