Vendas Biotecno
Site espanhol Site inglês
NEWS

Combinações de vacinas contra Covid-19: o que se sabe até o momento

A corrida pela imunização contra a Covid-19 começou no final de 2020. Segundo dados compilados pelo Our World in Data 4,8 bilhões de doses já foram aplicadas em todo o mundo.

No entanto, um dos obstáculos à imunização global tem sido a série de problemas enfrentados pelos fabricantes de vacinas, como a escassez global de suprimentos, que têm causado graves atrasos no fornecimento. Em alguns casos, como solução parcial para esses problemas, países tentaram combinar diferentes vacinas.

 

O que se sabe até agora?

A primeira pesquisa da Universidade de Oxford, conhecida como “Com-COV1”, estudou os efeitos da combinação, em alguns casos, da AstraZeneca com Pfizer. Em um segundo ensaio clínico, intitulado “Com-COV2”, a Universidade pesquisou os efeitos da combinação de AstraZeneca com a Moderna ou Novavax. Já na Alemanha, conforme o caso, recomendou-se a primeira dose da AstraZeneca combinada com qualquer uma das vacinas que usam o método de MRNA: Pfizer ou Moderna.

Na América Latina uma estratégica semelhante está sendo aplicada em casos específicos com a Sputnik V, principalmente na Argentina. No país, várias pessoas foram vacinadas com a primeira dose da Sputnik V, mas por problemas de abastecimento não tiveram acesso ao segundo componente.
No Brasil, não há ainda definição sobre o reforço vacinal, mas tanto o Ministério da Saúde quanto o Instituto Butantan (responsável por finalizar a produção da CoronaVac no país) avaliam essa possibilidade. Uma pesquisa em parceria com a Universidade de Oxford busca verificar a intercambialidade da Coronavac com outros imunizantes disponíveis para a população brasileira (Fonte: g1.globo.com).

Outro ponto que precisa ser observado e lembrado é que a vacinação, para ser eficaz, requer que as doses sejam armazenadas corretamente, dentro da faixa de temperatura preconizada pelo fabricante e seguindo o Manual de Rede de Frio da ANVISA. Para isso, são necessárias câmaras científicas de conservação, equipamentos específicos para a guarda de vacinas que preservam a integridade dos imunizantes e, por conseguinte, a eficácia da imunização.

Como podemos ajudar você? Contate-nos agora mesmo!
Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site, consideramos que você está de acordo com nossa Política de Privacidade e Cookies.